O Dízimo e a Igreja

O Dízimo e a igreja, o que uma coisa tem haver com a outra? Vamos bater um papo nesse artigo e espero que você entenda que o único objetivo aqui é fazer com que você pense sobre a questão.

Já tem um bom tempo que essa discussão é feita não é verdade? Até hoje existem debates acera do dízimo, se é válido para hoje, etc.

Muitos dizem que dízimo é dinheiro, outros dizem que não é, e assim vai.

Entretanto o que gera muita discussão também é que muitas pessoas ainda tem uma visão errada acerca de muitos assuntos que são extremamente básicos hoje em dia.

Um exemplo disso é que até hoje as pessoa chamam um prédio de igreja por exemplo. Contudo a igreja não é um prédio, por mais simples ou elegante que seja.

Mas ainda assim muitíssimas pessoas ainda definem igreja como sendo o espaço de reunião, porém a igreja são as pessoas e não um local ou imóvel.

Então se a igreja são as pessoas, deveria o dízimo ser levado para elas? Enfim, vamos continuar a nossa conversa.

Por que Existem Tantas Controvérsias?

Como falamos acima, ainda existe uma outra questão que confunde muito a cabeça das pessoas.

Além disso existe uma mistura muito grande de coisas relacionadas ao povo de Israel com aquilo que é para a igreja de Cristo. Contudo se você ler a Bíblia com mais atenção irá perceber muita coisa.

Os apóstolos por exemplo, não misturavam as coisas como acontece nos dias de hoje.

Um exemplo disso é que existem muitas questões, muitos mandamentos que foram dados aos judeus. Mas os que não procuram interpretar coisas simples colocam como se fossem mandamentos para a igreja.

Então se você pegar festas, costumes e coisas relacionadas a cultura dos judeus e empurrar isso para a igreja, certamente muitos equívocos serão cometidos e é o que esta acontecendo hoje.

Esse portanto é o motivo de muitas controvérsias acerca do dízimo, além da mistura que fazem também tiram o assunto de seu contexto.

Perceba que qualquer assunto tirado do seu contexto os equívocos em torno da questão serão inevitáveis.

Questione Para Aprender

Questionar faz parte do aprendizado, e sim, você deve questionar com o objetivo de aprender e não de causar intrigas. Certamente muitos que “ensinam” não gostam de ser questionados, principalmente se os questionamentos vão contra seus interesses.

Se uma pessoa portanto ensina de forma saudável e madura o suficiente para ensinar, tal pessoa não terá problema algum em ser questionada, mas terá prazer em esclarecer.

Acrescente-se ainda que muitos aprenderam errado e vão passando o conhecimento pra frente, até que tal pessoa comece a analisar texto e contexto.

Atualmente muitos dos conhecimentos bíblicos que são passados estão cheios de parcialidade, o que se deve ter muito cuidado. Ademais essas imparcialidades infelizmente envolvem muitos interesses de determinados grupos.


Quer fazer um curso de Teologia imparcial? Indicamos esse aqui para você… Clique no botão abaixo e saiba mais detalhes.


Você costuma questionar a fim de aprender? Se você não faz isso comece, pois verá uma diferença muito grande no seu método de aprendizado.

E já que estamos falando sobre o tema o dízimo e a igreja, cabe aqui fazermos alguns questionamentos que nos ajudam a entender melhor o assunto. Vamos lá?

Mas antes de começarmos vamos nos basear em uma das passagens mais usadas quando se trata do assunto dízimo, beleza?

Malaquias 3:10

Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.

Certamente você já deve ter escutado falar acerca desse versículo centenas e milhares de vezes…. eu pelo menos já ouvi, acredito que milhares de vezes.

Mas uma pergunta que podemos fazer baseados no verso acima é a seguinte:
Onde esta a casa do tesouro hoje em dia? Você já parou para pensar acerca disso?

O Que é ou o Que Era a Casa do Tesouro?

Nesse caso vamos analisar uma questão aqui sobre o livro de Malaquias, veja a informação abaixo:

Por ser um livro curto e de acordo com a catalogação, Malaquias é o último dos profetas menores, tendo sido escrito por volta do ano 430 a.C., sendo que o seu nome não é citado em mais nenhum livro da Bíblia.
Fonte: Wikipedia

Então vemos aqui a seguinte questão. Se o livro de Malaquias foi escrito nessa data aproximadamente, quanto anos teria essa casa do tesouro hoje? Já parou para pensar a respeito disso?

É claro que essa casa do tesouro nada tem haver com a igreja, mas estou expondo isso aqui para você começar a pensar e ver como a questão é controversa.

O que se sabe é que a casa do tesouro era um dos compartimentos do templo que existia em Jerusalém.

O templo a que me refiro é aquele que foi inicialmente construído por Salomão, destruído por Nabucodonosor e séculos depois melhorado por Herodes.

Conta-se que no ano 70 depois de Cristo o templo foi incendiado, sendo assim totalmente destruído e por consequência a casa do tesouro.

Portanto se a casa do tesouro foi destruída a tantos anos atrás, por que o verso de Malaquias é tão amplamente utilizado hoje? Você já parou para pensar nisso?

Porém repito novamente e acrescento que o templo de Jerusalém e a casa do tesouro nada tem haver como a igreja de Cristo no que se refere a justificativa para introduzir o dízimo judeu como mandamento para a igreja.

O Templo em Jerusalém

Frequentemente vemos muitos ditos “professores” associando a casa do tesouro como se fosse o local onde se reúnem. Mas essa é uma afirmação totalmente equivocada, basta que você faça uma rasa análise do que foi dito até aqui.

Do mesmo modo acontece coisa semelhante acerca do templo que existia em Jerusalém, mas que hoje não existe mais.

O templo em Jerusalém era assunto relacionado aos judeus, e não a igreja de Jesus. Acrescente-se ainda que aquele templo não era a igreja, muito longe disso.

Então quando alguém diz que você tem que levar o dízimo para o templo… só nessa afirmação várias interpretações erradas são feitas ai.

Primeiro que o templo não existe mais. Além disso o templo em que Deus habita é você, pois Deus não habita em tendas nem em templos feitos por mãos humanas.

Conseguiu perceber os diversos equívocos quando é feita uma afirmação tal como essa?

Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?
1 Coríntios 3:16

O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;
Atos 17:24

Perceba portanto que de acordo com as suas passagens acima, nós somos o templo de Deus, enquanto os templos feitos por mãos humanas, Deus se quer habita ali.

Afirmações Sem Sentido

Existe também uma afirmação sem sentido, quando dizem que onde as pessoas se reúnem ali virou uma igreja. Não mesmo.

Se você se reunir em uma caverna com outros irmãos, a igreja continua sendo os irmãos, e a caverna continua sendo caverna.

Da mesma forma que se você se reunir com seus irmãos em um salão alugado, o salão continuará sendo salão e a igreja continuará sendo a igreja.

A igreja pode estar reunida em qualquer lugar, mas o lugar não vira igreja quando a mesma esta lá. Simples não é verdade?

Além disso quanto ao templo que existia em Jerusalém, com toda a certeza nunca Jesus e nem os apóstolos chamavam aquilo de igreja.

Portanto dadas essas afirmações acima, o que você diz acerca do dízimo e a igreja? Comece a perceber as contradições em cima disso tudo?

Você não é obrigado a dizimar, mas Deus também não é obrigado a te abençoar

A afirmação acima deixa qualquer um em um beco sem saída, pois praticamente quer empurrar a pessoa a dizimar (como se isso fosse possível para a igreja.) Caso contrário a pessoa fica com receio de não ser abençoada se não der o dízimo.

Mas essa afirmação esta totalmente errada, pois o dízimo não é para a igreja, e sim Deus já esta abençoando você.
Assista esse vídeo e entenda.

Os Dois Templos

De acordo com as passagens acima existem dois templos, simples de perceber não é? Mas você reparou que o tempo todo fazem confusão com isso?

Mas se você atentar para a Palavra não tem como ficar confuso. Por que o templo erguido por pessoas não é habitado por Deus, e realmente, quem precisa de morada desse tipo somos nós.

Entretanto o templo que Deus fez com suas próprias mãos que é você, ai sim, nesse Ele habita, pois foi Ele mesmo quem edificou, faz ou não faz sentido?

Você tem parado para pensar nessas questões? Talvez não por que geralmente ouvimos sem questionar e temos a tendência de aceitar tudo o que ouvimos.

Portanto quando alguém afirma que você tem que levar o dízimo para o templo, ela esta dizendo para você levar para um imóvel que Deus não habita.

Além disso de forma equivocada essa pessoa esta chamando esse templo de igreja, outro equívoco, e ainda considera que lá esta a casa do tesouro…. é muita confusão em uma única afirmação.

Mediante o exposto, entenda… você é o templo de Deus que de fato Deus habita, nunca se esqueça disso.

Não Misturar as Coisas é Importantíssimo

Uma das grandes razões de estarmos vivendo dias confusos, de falsos ensinamentos dentre muitas coisas que tem atrapalhado a vida de muitas pessoas….se dá ao fato de misturar tudo.

Certamente que existem muitos assuntos bíblicos a serem tratados, mas é preciso ter coerência quanto a isso. Contudo muitos assuntos que são pertencentes apenas ao povo judeu, estão sendo misturados com coisas relacionadas a igreja de Cristo.

Então com essa bagunça toda as pessoas perdem muito tempo com coisas que não acrescentam nada, só as deixa cada vez mais bitoladas.

Portanto quando querem inserir o dízimo judeu como um mandamento para a igreja, mistura-se tudo, faz-se uma confusão da nada e tudo fica fora de seu contexto.

Por melhor que seja a intenção de uma pessoa, quando se mistura as coisas muitos equívocos e discussões que não acrescentam nada são geradas.

Por isso caro leitor, evite misturar as coisas, procura tratar cada assunto sem parcialidade, apenas atentando da melhor fora para o que realmente as Escrituras estão dizendo.

Dessa forma o estudo e o aprendizado será muito mais proveitoso e prazeroso, pois tudo vai estar no seu devido lugar.

E Por Falar em Parcialidade

Significado de Parcialidade

Substantivo feminino Qualidade de quem toma partido ao julgar a favor ou contra, tendo em conta sua preferência, sem se importar com a justiça ou com a verdade.

Acima você viu o significado de parcialidade. E ai… será que hoje as coisas que são ensinadas em muitas instituições evangélicas são imparciais?

Além disso você acha que mesmo que o ensinamento acercado do dízimo e a igreja, é de fato imparcial? Obviamente que não.

Então saiba, que a maioria dos ensinamentos hoje acerca do dízimo e a igreja são totalmente parciais. A ideia não é ensinar a verdade, a ideia é manter o povo dando o “dízimo”, como se isso fosse possível.

A maioria dos pastores hoje não ensinam de forma justa e verdadeira acerca do assunto, é duro, mas é a realidade de hoje.

Por isso falo com toda a certeza que se você estudar acerca do assunto dentro do texto e do contexto, você vai ficar até com vergonha desses pastores.

Ademais chegam ao ridículo de dizer que quem não dizima vai para o inferno. Sim! É isso mesmo que você esta lendo.

Quanto a parcialidade atente bem para o que Tiago disse acerca disso:

Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera.
Tiago 3:17

Uma afirmação maravilhosa nas Escrituras por parte de Tiago. Mas hoje isso simplesmente é ignorado por decorrência de interesses pessoais.

Assim sendo os que se dizem professores e ensinam acerca do dízimo, infelizmente não tem essa sabedoria que vem do alto. Apesar de muitos terem aprendido assim e estarem apenas repetindo. Mas infelizmente a grande maioria ensina com parcialidade.

A Hora de Acordar

Mas a grande realidade querido leitor é que chega uma hora que é preciso acordar. Ou você acorda ou continua sendo enganado. Portanto não pense que muitos tem interesse que você acorde.

Então chega um momento que você tem que:

Ler mais
Pesquisar com maior dedicação
Questionar certas contradições
Atentar com precisão para o texto e o contexto (faça isso sempre)

Dentre outras coisas que você deve fazer, a fim de aprender cada vez mais.

Semelhantemente você deve fazer isso não somente com o assunto dízimo, mas com qualquer assunto dentro das Escrituras.

Quando você fizer isso, irá perceber sem muito esforço que o Dízimo e a Igreja são assuntos distintos e que devem ser tratados de forma separada.

Você já viu algum pastor pedindo para você sacrificar um cordeiro? Certamente que não, mas pega-se textos isolados para atender a uma interpretação de seus próprios interesses.

Um exemplo do que falo aqui é você ler o livro de Malaquias e atentar para todos os assuntos que são tratados ali. Mas somente o dízimo é retirado do texto e todo o resto na maioria dos casos é deixado de lado.

Portanto é de sua responsabilidade também ler sobre o assunto, pesquisar, ponderar…etc. É hora de acordar e não apenas engolir tudo o que é falado.

Acordar Não Será Confortável

Acorde para a verdade enquanto há tempo. Aprenda para ajudar outros também. Mas eu digo para você que acordar não será confortável, pois a maioria prefere que você apenas aceite tudo, sem questionar.

Contudo cabe a você se está disposto(a), a pagar o preço desse desconformo, e até mesmo em alguns casos de rejeição.

Muitos virão com argumentos ridículos, pois não conseguirão contra-argumentar, e quando isso ocorrer vão começar a atacar, e as vezes até a ofender.

Chega muitas vezes até a ser hilário, pois sem entender do assunto vão chamar você de ignorante, dentre outros nomes. Vão se afastar de você, não vão querer conversar sobre o assunto.

E ai, você vai realmente querer acordar? Estará disposto(a) a isso? Ou vai preferir continuar engolindo tudo o que os outros falam sem questionar?

A maioria não prefere acordar, pois é muito mais confortável manter as coisas do jeito que estão. Mas se você estiver disposto a despertar não somente acerca do assunto dízimo, mas também de qualquer outro, saiba que não será nada confortável.

A não ser que o assunto seja irrelevante e não ataque as bases que mantém sistemas corruptos em funcionamento.

Mas se tal assunto mesmo que esteja dentro do contexto bíblico, atacar de alguma forma interesses pessoais… se prepare para ouvir os mais variados argumentos, muitos desprezíveis.

Cabe a você portanto essa decisão, o que creio que se a verdade da Palavra esta em jogo, é o melhor a ser feito.

Argumentos Covardes

Fale sobre o dízimo, mas receba respostas dizendo que você é contra o dízimo.

Ensine de forma correta (correta sempre me refiro a falar dentro do contexto) acerca do tema o dízimo e a igreja, mas receba resposta de que você não quer o crescimento da obra de Deus.

Explique, explique de novo, mostre nas Escrituras, mostre o texto, mostre o contexto… mas mesmo assim, seja mal interpretado.

Além disso se prepare com argumentos covardes como:

Se você não dizima é por que não é um cristão verdadeiro.

Quem não dizimar vai para o inferno

Você não dizima por que é um ingrato, mesquinho e egoísta, avarento, etc….

Chamo de argumentos covardes, pois a intenção muitas vezes é constranger, ou até mesmo ofender, etc.

Então veja que um assunto totalmente tirado do seu contexto é usado como ferramenta para oprimir de diversas formas.

Já ouvi de casos de obreiros da instituição Assembléia de Deus serem impedidos de pregar por não darem o dízimo. Ademais o argumento foi que como uma pessoa vai pregar se ela não crê? Pois é, durma com um barulho desse.

Assim sendo você é obrigado a ir contra o ensinamento correto das Escrituras para ir favor de homens ditadores e opressores. O que você diz disso caro leitor? Complicado não é verdade?

Em vista disso prepare os ouvidos para ouvir os mais variados e diversos argumentos, até mesmo de pessoas boas, mas que ainda não procuraram entender realmente do assunto.

Afirmações Para Deixar Qualquer um de Cabelo em Pé

  • Quem não dá o dízimo vai para o inferno.
  • As pessoas que dizimam são mais espirituais.
  • Você não dizima por que não é convertido
  • Um verdadeiro cristão tem que ser dizimista
  • Se uma pessoa não dizima é por que não é salva.
  • Quem não dizima é por que é avarento

E por ai vai….

Você já ouviu alguma afirmação dessa ou algo parecido?

Qual é o compromisso dessas afirmações com a Palavra de Deus? Tais afirmações tem realmente base bíblica? Então ai você percebe o como as coisas estão complicadas.

Imagine você ouvir alguém dizer que você, por não dar o dízimo judaico que era entregue aos levitas, vai para o inferno. É brincadeira isso? Rsrsr.

Então quanto mais você saber um pouco melhor do assunto, mais você ficará assustado com tantas afirmações que são feitas hoje.

Além disso muitos vão chamar você de arrogante, que não aceita nada, simplesmente por que você vai discordar de tais afirmações.

E é essa é a verdade… você não vai aceitar, não vai concordar, nem confirmar e muito menos bater palmas para absurdos como esses.

Contudo, você não vai aceitar, nem aplaudir tais coisas não por ser arrogante, mas por que não é a favor de interpretações que distorcem as Escrituras.

Por isso você não vai compactuar com isso e ainda assim será mal visto.

Nenhuma Autoridade é Maior que as Escrituras

Alguém pode querer argumentar que isso é ordem ou mandamento da Igreja católica, do padre fulano de tal, do pastor beltrano.

Tudo isso perde importância frente ao que as Escrituras dizem acerca do assunto. Lembra do que falamos acima acerca da imparcialidade?

Então nesse caso é nisso que você tem que pensar quando qualquer pessoa quiser falar acerca do assunto o dízimo e a igreja por exemplo.

Muitos querem ter mais autoridade do que a própria Palavra de Deus. Aliás é o que tem acontecido hoje, pois muita gente da mais crédito ao que o pastor fulano, ou padre beltrano diz do que o que afirma a Palavra do Senhor.

Ademais existem tantas pessoas que infelizmente estão tão cegas, que não se importam mais com o que diz a Palavra, mas sim o que diz o seu “líder”.

Confiando assim que tais pessoas são grandes autoridades acabam por deixar de lado a maior autoridade que é a Palavra de Deus.

Por isso muitas pessoas permanecem na ignorância, e nunca acordam desse sono. Cabe aqui o Paulo disse?

Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.
Efésios 5:14

Creia nas Escrituras como maior autoridade.

Confirme nas Escrituras as afirmações daqueles que afirmam ter autoridade.

Pondere tudo o que você escuta, não importa quem fale, pondere tudo.

Evite discutir, procure não contender, mas ouça tudo com cautela, com real intenção de aprender.

Ademais é preciso agir assim não somente quando se fala do dízimo e a igreja, mas também com qualquer outro assunto nas Escrituras.

Não Perca Seu Tempo Com Quem Não Quer Aprender

Certamente que nem todos vão concordar com o que você fala. Além disso ninguém é dono da verdade, por isso sempre aprendemos um com os outros.

Contudo existem muitas pessoas que não querem aprender, essa é uma realidade inegável, mas nenhum de nós devemos ficar estressados com isso.

Afinal de contas todos tem o direito de querer aprender ou não, pois não podemos forçar ninguém a nada.

Digo isso por que você vai ver que muita gente vai dizer o seguinte:
“Eu aprendi assim e pronto”,

Muitas pessoas já não estão mais com a mente aberta para aprender nada, pois infelizmente muitas pessoas já se fecharam ao aprendizado, e só levam adiante o que escutam sem questionar.

Então sempre que você se deparar com alguém que de fato quer aprender, aproveite a oportunidade para ajudar essa pessoa, mas não perca mais o seu tempo com quem não quer aprender e só discutir.

Perceba que você vai se deparar com pessoas que irá “debater” de forma saudável, mas terão outros que sem argumentos vão querer apenas discutir. Evite isso.

O nosso tempo é muito precioso para perder tempo com essas coisas.

Você se lembra quando o apostolo Paulo falou acerca da Palavra com os Judeus que estavam em Tessalônica e os que estavam em Bereia?

Leia Atos 17 do versículo 1 ao 11 e entenda o que aconteceu lá.

Contudo é preciso lembrar que simplesmente existem muitas pessoas que não querem aprender. Essa é uma realidade bem nítida ontem e hoje.

Ainda dentro do assunto o dízimo e a igreja vamos pensar sobre algumas perguntas e conversarmos a respeito delas…

O Que a Igreja Fala Sobre o Dízimo?

Muitas pessoas hoje ainda tem dúvidas acerca do assunto e fazem pesquisas como essas acima. Então é bom antes de responder qualquer pergunta, fazer uma breve analise acerca da mesma.

A pergunta é o que a Igreja fala sobre o dízimo, e não o que uma determinada instituição específica fala sobre isso. Portanto se você pensar por exemplo o que uma determinada denominação fala sobre o dízimo irá perceber que uma diz uma coisa já outra diz outra coisa a respeito do mesmo assunto.

Uma denominação pode dizer que o dízimo é obrigatório, outra já diz que não é. Mas o mais importante não é o que a denominação A ou denominação B diz acerca do dízimo, mas sim o que as Escrituras dizem.

Portanto existem muitas pessoas que entendem o assunto dentro do seu contexto, e existem outras que não entendem do assunto. Contudo todas essas pessoas fazem parte de um só corpo, que é o Corpo de Cristo, Corpo este que é a igreja.

Então quanto a essa pergunta infelizmente só podemos dizer que muitos dentre a igreja falam sobre o dízimo dentro do seu contexto. Mas muitos outros irmãos de fato não entendem do assunto e falam acerca do mesmo fora do seu contexto.

Entretanto existem ainda aqueles que sabem do assunto mas são parciais quando tratam do mesmo. Além disso fique atento as perguntas tendenciosas, e como falei acima faça uma pequena análise em cima da pergunta feita.

Ademais sempre é bom você lembrar que o dízimo não é um assunto para a igreja, no sentido de que não é uma doutrina ou mandamento para a mesma.

Portanto o que a igreja deve dizer acerca do dízimo é exatamente o que as Escrituras dizem, certamente levando em conta apenas um versículo isolado.

É Certo Dar o Dízimo na Igreja?

Quanto a essa pergunta basta que você faça uma rasa análise a fim de responder. A questão aqui portanto não é se é certo dar dízimo na igreja ou não, a questão é que o dízimo nada tem haver com a igreja de Cristo.

Uma outra observação que é cabível fazer aqui é que isso que chamam de dízimo hoje, ou seja, os 10% da renda, não é o dízimo descrito na Bíblia.

Então podem até chamar de dízimo mas não é, pois não passa de invenção. O dízimo na Bíblia esta inserido em outro contexto fora da igreja.

Assim sendo, sempre que você interpretar o dízimo dentro do seu contexto, tudo ficará mais claro.

Por que Devemos Dar o Dízimo na Igreja?

Essa pergunta não cabe a igreja de Cristo, pois não é um assunto pertinente a mesma. Simples assim.

Ofertar o Dízimo é Mandamento da Igreja?

Não existe isso de ofertar o dízimo para a igreja. Além disso Malaquias 3:10 não é um mandamento para a igreja, mas esse trecho das Escrituras é muito usado para justificar de forma errônea a prática.

No Novo Testamento a Igreja Não Precisa Dar Dízimo?

Nem no Antigo testamento nem novo testamento existe respaldo para que a Igreja de Cristo dê aquele dízimo que foi ordenado a Israel.

Então observe bem que o assunto não é difícil de entender. Mas também entendo que são anos a fio recebendo ensinamentos errados acerca do dízimo, pois existe muito interesse por trás disso tudo.

Como Funciona o Dízimo da Igreja Evangélica?

Essa pergunta não faz sentido, pois o dízimo não é da igreja evangélica. Contudo respeitamos, pois certamente quem fez a pergunta não entende do assunto e precisa ser esclarecido.

Além disso o dízimo não pertence a nenhuma igreja, a nenhuma instituição religiosa, pois o mesmo foi um mandamento dado ao povo de Israel.

Qual a Importância do Dízimo Para a Igreja?

Não existe importância do dízimo judaico para a igreja. Por que o dízimo que fazia parte da cultura judaica, não é um mandamento e também não é uma doutrina para a igreja do Senhor Jesus.

O dízimo portanto não tem relação com a igreja do Senhor, que é formada por todos os irmãos convertidos em todo lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.