Quero mudar de Igreja, como fazer? A resposta do irmão da CCB (Congregação Cristã no Brasil)

Quero mudar de Igreja, como fazer? Assista esse vídeo e entenda.

Jesus é o caminho, atente para a doutrina de Cristo! Não se prenda a denominação!
Esses e outros assuntos tratados pelo nosso irmão Gilson, deixe o seu comentário!

Você pertente a uma denominação, você gosta da denominação que você esta, e por que? Por que foi lá que você encontrou paz, foi lá que você encontrou alegria.

Foi lá que você encontrou razão para a sua existência, razão para a sua vida.

Foi lá que de repente no dia da sua angústia, da sua tristeza você achou ânimo.

Isso é muito bom, é normal a gente gostar da denominação no qual a gente iniciou a nossa caminhada de fé. Isso é muito normal, isso é natural para todo mundo.

Mas com o decorrer do tempo, você passou a fazer uma coisa muito boa, maravilhosa, uma coisa tremenda que foi ler a Bíblia.

Você começou a ler a Bíblia, e ler a Bíblia é algo magnífico e todo cristão deve ler a Bíblia e eu já lhe digo, comece pelo menos pelo Novo Testamento para conhecer um pouco das doutrinas de Jesus e dos apóstolos.

Então o que ocorre? De repente você começa a descobrir que aquilo que você esta aprendendo na sua denominação, ou aquilo que é pregado, ou as práticas, a liturgia…. as coisas que ocorrem no culto, você começou a descobrir que aquilo não tem nas Escrituras.

Então aquilo começou a lhe trazer amargura, começou a lhe trazer tristeza, e você se pergunta:
“E agora o que eu faço?”

Então no seu coração brotou o desejo de não mais permanecer no lugar onde você está.

O que fazer? Então uma coisa que eu já lhe digo de antemão.

A primeira coisa a se fazer em uma situação como essa, se você quer realmente ir para outro local, para outra denominação veja o que pode ser feito.

Se você é casado e sua família congrega com você, e seus filhos já estão envolvidos em trabalhos e amizades, o que fazer nessa situação?

Converse Com a Sua Família

Comece a conversar primeiro com a sua família, esse é o primeiro passo.

Sente-se com sua esposa, sente-se com seus filhos e comece a mostrar para eles o que esta sendo divergente para você, o que realmente está lhe incomodando. Converse com tranquilidade sobre o assunto.

Por que se você não fizer isso, se você tiver problema com a sua família, infelizmente vai trazer muitos dissabores para dentro do seu lar.

Então comece conversando com sua esposa primeiro.

Depois que você conversar com sua esposa, e ir mostrando pra ela sempre com carinho, sempre com jeitinho, não de forma ríspida, sem grosseria, ou apenas criticando o lugar que você estava antes, caso contrário isso só vai gerar conflito.

Então o que você faz? Uma vez tomado os passos acima, e sua esposa concordado com você, será a hora de você conversar com o seu líder, e da mesma forma, com carinho, com amor, com jeitinho fale com ele.

E diga que você esta com algumas dúvidas, e mesmo que você já tenha certeza, mas não fale, chegue dizendo que esta com algumas dúvidas (para se iniciar o diálogo).

Então você diz:

“Aqui esta sendo praticado tais coisas, mas a Bíblia tem ensinado sobre tal e tal assunto… (será de acordo com o que você esta vivenciando na denominação que você faz parte)”.

E de repente, quem sabe, se for em uma denominação pequena, normalmente independente, que não tem várias outras congregações, não é uma grande instituição, pode ser que o líder diga que vai rever o que você esta falando, afim de melhorar.

Pode ser que isso ocorra, é muito difícil acontecer, mas pode ocorrer isso. Mas se for em uma denominação grande isso não irá acontecer.

Isso por que seu líder tem outros que dão ordens naquela instituição e determinam como deve ser o culto.

Normalmente as denominações costumam ter cultos iguais, parecidos, algo em um mecanismo bem montadinho, ou seja, é tudo um padrão.

E alguns vão dizer que esse padrão é o padrão de Deus, muitos vão dizer que dizer que toda denominação age dessa forma por que o Espírito Santo é quem direciona… mas e não é bem assim.

Então se o líder aceitar, maravilha, por que se for uma denominação pequena ele não vai querer ter perder, então ele poderá rever, analisar o texto bíblico e quem sabe o negócio (as coisas) não possam fluir?

Mas se for uma denominação grande isso não vai acontecer e eu já ouvi pessoas dizendo assim:

“A porta da rua é a serventia da casa, se você não esta gostando…. fique a vontade!” Eu já vi isso.

Então esse é o segundo passo, que é conversar com o seu líder e ver no que vai dar.

Comece a Visitar Outras Denominações

Visite, participe de um culto, dois, três e observe o que esta sendo pregado, observe a liturgia e de repente você diga:

“Puxa! Estou gostando daqui!” Ou você vai sair de lá dizendo que é pior ainda.

Então o que você faz? Aqueles pontos que já te eram conflitantes, procure esse outro líder e tente entender qual é o posicionamento dele sobre determinados assuntos.

Por que talvez você não viu ainda algumas práticas em outras denominações, mas talvez ele ensine a mesma coisa. Então procure tirar essas dúvidas para você não se decepcionar depois.

Então que sabe você não possa encontrar ali um “novo povo” se adaptar, fazer novas amizades.

No caso dos filhos, se forem pequenos será muito mais fácil, mas se forem maiores, tendo já amizades na outra denominação, realmente não será fácil.

Além disso quero lhe dizer outra coisa… não se preocupe com ameaças, pois isso ocorre.

Não se Preocupe Com Ameaças

Quantas vezes eu mesmo já vi pessoas que procuram o líder para estar questionando para estar falando alguma coisa e de repente, e talvez ela já vai até decidida a não ficar mais naquela denominação.

Então o líder diz para ela não sair de debaixo da benção, que se a pessoa sair vai pagar preço, diz que o Senhor tem uma obre com ela naquele lugar.

Quantas vezes eu já vi essa situação com pessoas que estão a nossa volta! Até comigo mesmo isso já aconteceu.

“Se você sair vai pagar preço!”

Alguns dizem que já viram outros sair da denominação e já viu filhos e mulher morrendo…. eu já ouvi esse absurdo!

Dizem que a pessoa vai sair da cobertura espiritual, mas isso tudo é balela, isso tudo é conversa fiada. Não existe nada disso, pois nós somos cobertos pela ação do Espírito Santo.

Então não se preocupe, pois placa de igreja não salva, a instituição não é o caminho para o céu.

O caminho para o céu, a porta para o céu é Cristo Jesus, pois Ele é a Salvação, apenas ele.

Uma vez em fui em um culto, onde me convidaram para participar na congregação cristã do Brasil, pois eu tenho uma irmã que congrega lá.

E eu lembro que eu sentei em um banco onde ficam os homens, e eu lembro que um irmão que não me conhecia, me perguntou:
“Qual é a sua comum ( O termo se refere acerca do local comum onde se congrega)”

Então eu disse para ele que a minha comum é na Assembleia de Deus, então ele bateu na minha perna e disse:

“Você esta quase no caminho meu irmão!”

Então eu olhei para ele e disse:

“Meu amigo pelo o que sei o caminho é Cristo Jesus…. e não a denominação.”

O irmão não me disse mais nada, então no final do culto teve o ósculo santo, mas acabou a conversa pois ele não conseguiu me convencer.

Mas o que eu quero que você entenda é que Cristo é o caminho. Então não preocupe com placa, pois a sua igreja não é a que vai te conduzir para o céu. É servir a Cristo que vai lhe conduzir para o céu.

Quero mudar de Igreja – Decisão

Mas se mesmo assim você descobrir dentro das Escrituras que aquilo que esta sendo ensinado é contrário ao que esta nas Escrituras e você quer permanecer lá…

Então eu lhe digo o seguinte:

Seja um voz profética lá dentro, não um opositor, mas alguém que com jeitinho com carinho, tente mostrar principalmente para as lideranças que “não é bem por ai” (acerca do que estão ensinando).

De repente a sua família esta lá e não bom que a esposa fique em um canto e o esposo em outro, pois isso só vai dar problema, isso gera um monte de briga.

Mas se você decidir ficar lá, não vire um chato lá, não fique toda hora questionando, arrumando confusão, mas se for coisas realmente absurdas, vai lá, conversa, mostra, orienta, tenta ajudar as pessoas, tenta orientar.

Contudo vai chegar uma hora que você não vai conseguir ficar, eu lhe garanto isso, pois não vai ter como você permanecer.

Mas se mesmo assim você decidir ficar, vai levando com jeitinho que tudo vai dar certo em nome de Jesus.

Não se prenda a denominação, não se prenda a instituição. Se houver necessidade de mudar, mude sim. Ache um local onde você se encaixa, ache um local onde você se sinta bem.

Independente do local onde você encontrou a mensagem de que tanto você precisava para a vida que era a paz.

Compartilhar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.