Perdão de Deus: viva sem culpa diante do Senhor

Kw: Perdão de Deus

Tenho certeza que você sabe alguma coisa sobre o perdão de Deus. E que Deus requer que nós também nos perdoemos uns aos outros.

O grande problema é que algumas pessoas insistem em negar o perdão de Deus. Outras, até aceitam que Deus perdoa nossos pecados, mas recusam a perdoar “o seu irmão”. 

Mas o que será que a Bíblia nos ensina sobre o perdão de Deus?

Venha comigo nesta leitura!

Perdão de Deus: o que isso significa?

“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemos dele um mentiroso, e a sua palavra não está em nós ”(1 João 1: 9-10).

Uma realidade cruel é a existência do pecado.  Vemos isso em Romanos 3:23, que diz “todos pecaram”. Desde que Adão e Eva pecaram pela primeira vez, a humanidade tem em sua alma o que os teólogos chamam de pecado original

Alguns são tolos o suficiente para acharem que o pecado não é algo tão ruim, afinal, seremos perdoados de qualquer maneira. Mas a verdade, como a Bíblia declara, está em Hebreus 10: 26-27: 

“Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais nenhum sacrifício pelos pecados, mas uma certa e terrível expectativa de julgamento , e uma indignação ardente que irá devorar os adversários.”

Ou seja, o perdão de Deus não é um acesso livre ao pecado. Pelo contrário, saber que fomos perdoados nos dá a responsabilidade de buscar uma vida santa diante de Deus. Se Deus nos amou, entregou seu Filho na cruz por nós e nos reconciliou com Ele, nós precisamos andar nos seus caminhos. 

Por isso, mesmo com o perdão de Deus nossa luta contra o pecado prossegue. Porém, podemos ter certeza de que, se pedirmos perdão, ele nos será concedido. 

Mas nosso compromisso é para abandonar nossos desejos carnais e buscar a Deus e sua justiça.

A realidade do perdão de Deus

Se temos a missão de perdoar aqueles que nos ofendem, então por que Deus não perdoaria nossos pecados? 

Nossas mentes e o inimigo tendem nos fazer acreditar que Deus não nos perdoa porque estamos sempre a cometer pecados. Na verdade, Deus nos ama tanto que literalmente enviou seu Filho Jesus para morrer por nós. Ele fez isso para que pudéssemos viver uma vida com ele.

Na Escritura, o próprio Deus afirma: “Sou eu, eu mesmo, aquele que apaga suas transgressões, por amor de mim, e que não se lembra mais de seus pecados (Isaías 43:25).

Então, quando confessamos nossos pecados, Ele os perdoa e não se lembra mais deles. Isso é bastante óbvio, afinal, se Deus se lembrasse sempre do que cometemos, logo Ele não nos perdoaria.

Fomos perdoados. Então, temos que perdoar o outro

O grande problema é que nós temos uma visão muito humanizada de como é o agir de Deus. Por causa do pecado em nós, perdoar é uma tarefa difícil, ainda mais quando há reincidência. Mas para Deus, o coração contrito, a confissão e o arrependimento são suficientes para o perdão do pecador. 

Como afirmei acima, muitos irmãos têm extrema dificuldade em perdoar os outros. Confesso que também tenho minhas falhas, e dependendo da ofensa que recebo, também guardo mágoa em meu coração.

Mas acima de tudo, minha oração tem sido esta: “Deus, me ajude a perdoar o outro assim como o Senhor me perdoou”. 

O próprio Jesus declarou aos seus discípulos:  “se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas” Mateus 6:14-15.

Não gosto de pensar que o perdão ao próximo é uma condição do perdão de Deus. Prefiro pensar que o amor ao próximo é uma consequência do perdão de Deus. Afinal, se Deus nos perdoou, como não poderia perdoar o meu irmão?

Quando opto em não perdoar aquele que me ofendeu, certamente, estou cometendo um pecado. Mesmo que seja difícil, precisamos orar para que Deus nos ajude a perdoar.

Arrependimento

Então, sempre que você pedir perdão a Deus, primeiro, confesse seu pecado. Diga qual ofensa você cometeu contra o Senhor. Depois, se arrependa. Então acredite que Deus o perdoou sem dúvida. E depois disso, viva a perspectiva do perdão!

Em Efésios 7:7-9, diz: “Pois, pela morte de Cristo na cruz, nós somos libertados, isto é, os nossos pecados são perdoados. Como é maravilhosa a graça de Deus, que ele nos deu com tanta fartura”.

Sim, esse é o favor imerecido de Deus, que nos salvou por meio de Jesus e perdoou todos os nossos pecados. Como seus servos e alvos do seu amor, precisamos perdoar os outros assim como ele nos perdoou.  

Que o Deus que nos perdoa nos ajude a perdoar! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.