PENSEM NISSO

Compartilhe isso com seus amigos

PENSEM NISSO.
Texto de referência atos 28.5
Perigo  oculto.
Traçando aqui um paralelo da nossa vida espiritual, entendemos que estar “seco” é estar sem vida ( Ez 37.11 ; Mc 11.12-14 ; 20.21) Devemos observar que a fogueira ja estava acessa e Paulo conduzia os gravetos secos para adicioná-los ao fogo e este aumentar as suas labaredas para aquece-los, pois, eles eram náufragos em uma ilha do mediterrâneo chamada de Malta,( At 28.2) . A víbora escondida entre os gravetos secos é um símbolo da ação de satanás na vida do homem sem fruto e sem comunhão com Deus( Pv 30.19). quando essa vida é levada ao calor da presença de Deus, o calor do Espírito Santo começa a gerar um incômodo muito grande, obrigando então que o inimigo se manifeste e, sem suportar o calor junto com a presença de Deus, ele bate em retirada, deixando assim, a pessoa livre e liberta. A unção que estava na vida de Paulo era mais forte que o veneno da serpente, e isso também acontece com todo aquele crente fiel, que se dedica com sinceridade procurando estar sempre cheio do poder do Espírito Santo( Lc 10.19 ; Mc 16.17,18 ; Ef 6.16).
O fogo de Deus é purificador, e a prova disso, vemos em At 2.3 que está escrito: “E lhes apareceram umas línguas como que de fogo, que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou uma.” Quando a presença de Deus entra em ação, os demônios se agitam e batem em retirada, e assim, a casa fica limpa, ornamentada e pronta para ser preenchida e habitado pelo Senhor ( Mc 10.17 ; Lc 9.42).Isso acontece porque o pecado libera e da liberdade aos demônios para agirem ilegalmente na vida do pecador e, eles não conseguem subsistir diante da verdade e do grandioso poder de Deus.
O fato de a serpente abocanhar a mão de Paulo, nos ensina como satanás tenta nos frear, e se possível, até tirar a nossa vida, ele tentou com Jó, só que o tiro saiu pela culatra, se ele conseguir  inutilizar a nossa ferramenta de trabalho que, nesse caso é a nossa mão( 2Co 10.4 ; At 28.3). Contudo, a mordida não aconteceu somente pelo fato da serpente tentar fugir do fogo, pois, isso era certo de acontecer,  foi um golpe de retaliação, ela tentou um último golpe antes da derrota.Em vários casos de de libertação e de batalha espiritual, a retaliação é certa, por isso, devemos estar preparados como Paulo que, não se importando com a víbora em sua mão a lançou no fogo que é o seu lugar( Mt 25.41 ; Ap 20.10). Sempre iremos nos deparar com algum tipo de perigo, que muitas vezes, estão ocultas de nossos olhos, contudo temos a presença de Deus em nossas vidas e por isso, ” somos mais que vencedores, por aquele que nos amou.” Rm 8.37.
Que Deus nos abençoe, fiquem na paz e tenham um ótimo dia.

Diácono Ivanildo

Compartilhe isso com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ou comente com o facebook!